login sistema de câmeras no IE
Veja entrevista da psicóloga Christine Bruder, diretora do Primetime, ao portal Bolsa de Mulher - 19/11/2014
Quando mudar do berço para a cama? Psicóloga dá dicas valiosas

Tirar a criança do berço e colocá-la em uma cama é um momento importante na vida dos pais e dos pequenos porque marca o início de uma nova fase de crescimento. Por isso, é importante que a transição seja feita cuidadosamente, a fim de evitar frustrações e tornar o momento mais tranquilo para os filhos.

Quando tirar a criança do berço?

“Quando a criança fica de pé no berço e tenta escalar as grades para sair, já é hora de preparar a transição para a cama até mesmo por questão de segurança, mesmo que ela não consiga pular do berço”, explica a Dra. Christine Bruder, psicóloga, psicanalista e idealizadora do Primetime Child Development.

 

Segundo a especialista, perto dos dois anos de idade, é comum que os bebês já mostrem interesse em ficar deitados na cama, o que pode ser uma boa oportunidade para introduzir o assunto. “Assim como outras mudanças na rotina da criança, essa deve ser conversada e explicada. A criança deve ser ouvida e a decisão final, como sempre, cabe aos pais”, ressalta.

 

Como trocar do berço para cama?

O primeiro conselho da Dra. Christine é evitar fazer essa mudança em função do nascimento de outro bebê. “O berço tem um significado importante para seu pequeno dono e não deve ser tratado apenas como um utilitário que passa de uma criança à outra. O bebê sente o berço como seu ninho, fonte de conforto emocional e segurança”, explica.

 

Por isso, a cama deve ser tratada também como um novo “ninho”, que seja familiar a criança e traga conforto e segurança. “Se possível, coloque uma almofada, travesseiro ou manta que veio do berço. Quanto mais a criança participar da organização do novo cantinho, mais feliz ela vai se sentir com a mudança”, ressalta a psicóloga.

 

Para garantir a segurança da criança, a cama deve ser baixa e se não for possível colocar uma pequena grade na lateral, pode ser planejada ou acoplada. “É normal que nos primeiros dias a criança saia da cama o tempo todo, apenas pela liberdade de fazer isso. Depois de um tempo, a cama deixa de ser novidade e criança ficará mais tranquila”, pontua.

Primetime - Child Development Todos os direitos reservados.