login sistema de câmeras no IE
Veja entrevista da psicóloga Christine Bruder, diretora do Primetime, ao portal Bolsa de Mulher - 15/10/2014

 


O que fazer para evitar ciúme do irmão mais novo? Psicóloga dá dicas valiosas


É comum e natural que a chegada de um bebê em casa provoque estranhamento e ciúme na criança mais velha: a experiência é completamente nova e ela passa a se ver obrigada a dividir a atenção dos pais. “Como não está acostumada a ver a mãe cuidando de outro bebê, a criança se ressente ao perceber o encantamento da família dirigido a outro ser, alguém novo para ele”, explica Christine Bruder, psicóloga especialista em primeira infância e idealizadora do Primetime Child Development.

Segundo a profissional, é importante que a mãe não deixe de dar o máximo de atenção ao recém-nascido, mesmo que isso deixe o filho mais velho enciumado. “É interessante que, enquanto cuida do mais novo, a mãe vá conversando e explicando ao mais velho que ele também esteve na barriga dela, mamou e dormiu no colo. Independente da idade, conversar sempre ajuda a criança a recuperar memórias afetivas e entender que o bebê novo vai, aos poucos, fazer parte dessa história”, explica.


Quando contar sobre a gravidez?

Para preparar a criança para a chegada do irmão, é interessante que a mãe ou o casal introduzam o assunto quando a barriga começar a crescer. “Crianças pequenas precisam enxergar e sentir concretamente a presença do bebê para assimilá-lo. No entanto, como costumam prestar atenção na conversa dos pais e nas alterações físicas e psicológicas da mãe, é importante contar que dentro de alguns meses terão um novo bebê na família. Qualquer outra explicação deve ser dada apenas quando e se a criança perguntar”, ressalta a especialista.

Para incluir a criança na gravidez e, assim, habituá-la melhor à ideia de ter um irmão, os pais podem deixar que ela participe dos preparativos, como a escolha de brinquedos e lembrancinhas da maternidade. Quando o bebê nascer, a criança mais velha pode ajudar a cuidar do irmãozinho. “Ela pode ser uma ajudante da mãe, buscando o sabonete e a toalha do banho, escolhendo a fralda, por exemplo”. Além disso, o mais velho pode contar sua história preferida ao bebê, cantar e apresentar a casa”, pontua Christine.


Criança pode segurar o bebê?

“O contato físico com o bebê é importante para o mais velho. Nesse caso algumas regras de segurança devem ser estipuladas: para segurar o bebê, o mais velho deve estar sentado no chão, com perna de índio e braços em concha. O adulto coloca o bebê em seus braços e fica ao lado monitorando, mas demonstrando confiança”, explica.

A psicóloga ressalta que os pais não devem confundir ciúme com raiva ou falta de afeto. “O amor fraterno se constrói no dia a dia, com tempo e intimidade. A criança mais velha precisa entender o que sente, nomear seus sentimentos, saber que é normal e faz sentido ele ter ciúmes do bebê, e que isso não faz dele um irmão ou filho menos adequado”, conclui.


Acesse: http://bebe.bolsademulher.com/8351/o-que-fazer-para-evitar-ciume-do-irmao-mais-novo-psicologa-da-dicas-valiosas

Primetime - Child Development Todos os direitos reservados.